Turismo no Acre | Viajar para Acre

A cultura do Acre é muito parecida com a dos outros Estados da região Norte. A comida típica utiliza o pato e o pirarucu, que herdou dos índios, e o bobó de camarão, vatapá e carne de sol com macaxeira, trazido do Nordeste brasileiro logo quando iniciou a extração do látex, já que muitos nordestinos migraram para o Acre tentando uma melhor qualidade de vida.

No artesanato os artigos confeccionados com materiais extraídos da floresta amazônica. Do seringal surgiu a figura do seringueiro, que colaborou em momentos importantes da história brasileira para o desenvolvimento do país, trabalhando duro na extração do látex na floresta amazônica. Da floresta também surgiu Chico Mendes, que hoje é considerado referência internacional na luta em defesa da Amazônia; Chico Mendes foi assassinado em 22 de dezembro de 1988 e ganhou um prêmio único da ONU, o Prêmio Global 500 Anos, por defender e proteger a floresta amazônica.

Em Rio Branco encontra-se uma comunidade religiosa chamada Alto Santo (Centro de Iluminação Cristã Universal) que pratica o Ritual do Santo Daime, típico do Acre, de origem indígena, que usa o Daime, um chá natural feito com folhas e cipó, usado pelos índios como forma de aproximação a Deus. Todos tomam o chá, inclusive as crianças e os idosos. Os integrantes usam fardas e cantam o hinário. O Acre já foi retratado como cenário histórico no cinema e na televisão, interpretado por um numeroso elenco de atores consagrados na minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes (2007), da mesma autora das telenovelas América (2005) e Caminho das Índias (2009), a acreana Glória Perez.

Um planalto com altitude média de 200m domina grande parte do Acre. Juruá, Tarauacá, Muru, Embirá e Xapuri são seus rios mais importantes. A economia do Estado se baseia na extração da borracha e da castanha, na pecuária e na agricultura. Com duas horas a menos em relação ao fuso horário de Brasília (DF), nela se localiza o último povoamento do Brasil a ver o sol nascer, na serra da Moa, na fronteira com o Peru.

A intensa atividade extrativista, que atingiu o auge no século XX, atrai brasileiros de várias regiões para o estado. Da mistura de tradições sulistas, paulistas, nordestinas e indígenas surgiu uma culinária diversificada, que junta a carne-de-sol com o pirarucu, peixe típico da região, pratos regados com tucupi, molho feito de mandioca. O transporte fluvial, concentrado nos rios Juruá e Moa, a oeste do estado, e Tarauacá e Envira, a noroeste, é um dos principais meio de circulação, juntamente com a BR-364, que liga Rio Branco a Cruzeiro do Sul e que foi recentemente asfaltada e dotada de pontes onde antes existiam travessias por balsas.

Fonte: Wikipédia



Destinos turísticos no Acre

Imagem vetorial em formato de estrela Passarela Governador Joaquim Macedo

Antigamente, o espaço havia sido construído apenas para os veículos, mas acabava sendo dividido com a população que queria cruzar a ponte.

Porém, com um fluxo de mais de milhares de pessoas por dia, isso rapidamente se mostrou inviável e perigoso.

Então, em 2006 foi inaugurada a passarela com uma pista exclusiva para pedestres e ciclistas. Hoje transitam mais de 20 mil pessoas por dia.

A ponte, com mais de 200 metros, atravessa o rio Acre e conecta o centro da cidade ao bairro do segundo distrito.

Esta obra foi acompanhada de várias outras reformas que se iniciaram no ano 2000, marcando a urbanização do Acre, que antes tinha mais de 70% de sua população em meio rural.


Imagem vetorial em formato de estrela Parque Ambiental Chico Mendes

O mais popular dos parques, situado na capital, é o parque que foi nomeado em homenagem ao ambientalista Chico Mendes.

Sendo uma área de preservação ambiental, a natureza é bem conservada e pode ser apreciada em trilhas pelo meio da mata.

Há um parquinho com brinquedos ótimos para as crianças, além de um mini zoológico com algumas espécies protegidas.

Por sua grande popularidade, os comerciantes fazem sucesso vendendo artesanatos típicos da região. Uma lembrança perfeita do passeio pelo Acre!


Imagem vetorial em formato de estrela Palácio Rio Branco

A atual sede do governo do Acre se localiza no Palácio Rio Branco, um belo edifício inspirado em construções gregas.

O palácio é aberto a visitação, tanto para moradores quanto para turistas, e oferece passeios guiados para conhecer seu interior.

A visita é uma rica aula de história, contando não apenas sobre a formação do Acre, mas também de várias tribos indígenas brasileiras.

As exposições registram marcos históricos, símbolos de grande importância e até objetos comuns, cotidianos de antigamente.Tanto os usados pelos indígenas, ou pelos extratores de látex ou até mesmo pelos colonizadores, séculos atrás.


  • DDD(s) do estado do Acre
  • 68

Demografia Acre

Bioma: Amazônia

Densidade: 4,47 Habitantes por Km²

Gentílico: acreano

População (em 2010): 733.559 Habitantes

Unidade Territorial: 164.122,280 Km²

Fonte: IBGE


Quer viajar para Acre? Aproveite todas as informações de turismo que o Viajandar.com.br possui sobre os municípios Acre para não errar! Qual a Viagem ideal para suas próximas férias? Qual a sua próxima viagem? Dicas para viajar com segurança e tranquilidade.

Previsão do tempo no Acre


Descubra tudo sobre Acre. Previsão do tempo Acre. Localização Acre. Para planejar sua viagem sem se incomodar com nada.



Maiores cidades do Acre

» Rio Branco (336038 Hab.)
» Cruzeiro do Sul (78507 Hab.)
» Sena Madureira (38029 Hab.)
» Tarauacá (35590 Hab.)
» Feijó (32412 Hab.)
» Brasiléia (21398 Hab.)
» Senador Guiomard (20179 Hab.)

» Plácido de Castro (17209 Hab.)
» Xapuri (16091 Hab.)
» Mâncio Lima (15206 Hab.)
» Epitaciolândia (15100 Hab.)
» Porto Acre (14880 Hab.)
» Rodrigues Alves (14389 Hab.)
» Marechal Thaumaturgo (14227 Hab.)

» Acrelândia (12538 Hab.)
» Porto Walter (9176 Hab.)
» Capixaba (8798 Hab.)
» Bujari (8471 Hab.)
» Manoel Urbano (7981 Hab.)
» Jordão (6577 Hab.)
» Assis Brasil (6072 Hab.)


Hospedagem no Acre


Pacotes de viagens no Acre

Pacotes de Viagens no Acre

Bandeira do estado do Acre

Bandeira do estado do Acre

Mapa do Acre